CORAL DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

Fundado em 1966 pelo Maestro Francisco César Leinig, auxiliado pelo professor Wilson dos Santos até 1974, o Coral da UTFPR acompanhou, ao longo de seus quarenta e seis anos, as mudanças e desenvolvimentos da instituição que representa. Na longa mudança de Coral do CEFET-PR para Coral da UTFPR, foi dirigido por oito maestros e maestrinas, com diferentes repertórios e linhas de atuação, mas sempre aliando os benefícios do canto coral para seus integrantes e a comunidade em busca de qualidade artística e técnica na representação da instituição.
Nos quase trinta anos em que esteve sob a direção de Francisco Leinig, o Coral participou de diversas apresentações em Curitiba e muitas outras cidades do Brasil, participando e sendo premiado em diversos Encontros de Corais. Neste período, o grupo participou também de programas de televisão, e em 1969 gravou sete compactos com músicas eruditas e populares (incluindo o Hino do CEFET-PR), e em 1978 acrescentou ao repertório registrado um LP.
Ente 1991 e 1992, assumiu o grupo Ênio Linhares, que transformou o conjunto em Coral Cênico, sendo posteriormente sucedido pelo Maestro Paulo Roberto Lemos Máximo. Em 1996, o Maestro Silas Viana de Souza tomou a frente do coral, dando início a uma longa gestão que durou até 2002, tendo sido brevemente substituído em 1998 pelo Maestro Ricardo Bernardes. Estes seis anos foram marcados por uma crescente atenção aos elementos técnicos do coral, e uma maior valorização da música erudita na constituição do repertório. Foi ainda Silas Viana quem deu início aos Encontros de Corais do CEFET-PR, iniciados em 1997 e realizados anualmente até 2002, quando ocorreu sua sexta e última edição.
Após o afastamento de Silas Viana, em 2003, por motivos de saúde, o grupo foi assumido por maestrinas, ficando o grupo primeiro sob a orientação de Reneé Rebello (2004 e 2005) e depois de Viviane Mattos (2006 a meados de 2008). Neste período, o conjunto foi organizado como Conjunto Vocal, com menos cantores e maior presença de música popular brasileira no repertório. Em 2008, a UTFPR destinou uma vaga permanente para o trabalho coral, que passou a ser dirigido pelo Maestro Márcio Steuernagel. No entanto, este último regente permaneceu no cargo por poucos meses.
Em março de 2009, assumiu a maestrina Priscilla Battini Prueter que retoma as atividades do coral universitário assim como o tradicional encontro de corais da instituição.